Convenção Batista Carioca completa 113 anos de organização

A Convenção Batista Carioca realizou, na noite de 16 de janeiro de 2018, um culto onde celebrou seus 113 anos de atuação junto às Igrejas Batistas da cidade do Rio. O evento aconteceu na Zona Norte, lotando o templo da Primeira Igreja Batista em Parque Anchieta.

Belos louvores, acompanhados por uma orquestra, conduziram os presentes ao clima de adoração. Textos bíblicos e orações inspirativas honravam a Deus pelos grandes feitos realizados através da CBC. “É uma alegria receber a CBC, sabendo da razão pela qual estamos aqui, que é para agradecer pelos seus 113 anos de existência. A data é verdadeiramente grandiosa e remete as grandes coisas que, à mercê da graça de Deus, a Convenção tem feito” destacou Valmir Claudino, pastor da Igreja anfitriã.

Marcaram presença irmãos de várias Igrejas do Rio de Janeiro, entre eles líderes que já passaram pela diretoria da CBC, autoridades públicas e representantes de organizações importantes no contexto evangélico, como a Associação Brasileira de Mídias Evangélicas e a gravadora MK Music. O deputado federal Arolde de Oliveira, representando a MK, em momento específico homenageou a Convenção Batista Carioca, entregando ao presidente da CBC, pastor José Maria de Souza, um certificado de gratidão e uma medalha comemorativa dos 30 anos da gravadora gospel.

O aniversário também foi o momento de rever os frutos da unidade denominacional no último ano. Projetos missionários, impactos evangelísticos, atividades sociais e de capacitação de líderes foram apresentadas pelo diretor-geral da Convenção Batista Carioca, pastor Nilton Antonio de Souza. Ele pontuou a importância da unidade para o andamento dessas ações. “É mister que cada um de nós, pastores e Igrejas, compartilhemos uns com os outros o nosso amor, ardor, corações, visões, bondade e recursos. Mesmo que sejam proporcionalmente pequenos para que sejamos um como CBC.”

Pastor Fausto Aguiar de Vasconcelos, que, em ocasiões passadas, assumiu a presidência da CBC, foi o mensageiro da noite. Sua palavra, baseada no tema “Foi Ele”, teve como base bíblica Salmos 100.1-5. Remontando o passado da Convenção, sua importância para a denominação e os grandes acontecimentos realizados na capital carioca, direcionou a Deus o crédito pelas realizações.

“Foi Ele quem nos deu esta visão e os Batistas cariocas souberam aproveitar essa visão. Foi Ele quem fez isto entre nós. Que nestes 113 anos nos tem concedido e agraciado com oportunidades cada vez maiores de serviços e ministérios aos Batistas e evangélicos no mundo todo. Foi ele quem deu aos Batistas cariocas a oportunidade de sediarmos a primeira campanha nacional de evangelização com aquele grande desfile pelo centro da cidade do Rio, no sábado, 30 de janeiro de 1965, e no domingo, com uma grande concentração no Maracanã, quando 150 mil pessoas se reuniram para ouvir sobre Cristo, a única esperança”, lembrou o pastor em sua mensagem. “A nós cabe o privilégio de nos colocarmos à disposição dEle. Batistas cariocas, vamos continuar! Se foi Ele até aqui, será Ele daqui por diante”, finalizou.

O culto de gratidão foi encerrado com um período de homenagens a 11 líderes que, com suas vidas, marcaram as organizações da Convenção Batista Carioca e suas Igrejas. Entre eles, o saudoso pastor Sebastião Ferreira – falecido em novembro de 2017 – que por várias vezes liderou a denominação como presidente da CBC.

Por: Tiago Monteiro, Comunicação e Marketing da Convenção Batista Carioca

Fonte: CBB

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: